Poema: Soneto de Alphonsus Guimarães

Soneto

Encontrei-te. Era o mês… Que importa o mês? Agosto,
Setembro, outubro, maio, abril, janeiro ou março,
Brilhasse o luar que importa? ou fosse o sol já posto,
No teu olhar todo o meu sonho andava esparso.

Que saudades de amor na aurora do teu rosto!
Que horizonte de fé, no olhar tranquilo e garço!
Nunca mais me lembrei se era no mês de agosto,
Setembro, outubro, abril, maio, janeiro, ou março.

Encontrei-te. Depois… depois tudo se some
Desfaz-se o teu olhar em nuvens de ouro e poeira.
Era o dia… Que importa o dia, um simples nome?

Ou sábado sem luz, domingo sem conforto,
Segunda, terça ou quarta, ou quinta ou sexta-feira,
Brilhasse o sol que importa? ou fosse o luar já morto?

2 Comentários

  1. I have been browsing online more than 3 hours today, yet I
    never found any interesting article like yours.
    It is pretty worth enough for me. Personally, if all web owners and bloggers
    made good content as you did, the internet will be much more useful than ever before.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *